• lopescomunicacaoassociativista

Targino Gondim, Bela Gil, Guga Rocha e artistas regionais abrem Festival de Economia Solidária

Evento realizado na internet é exibido pelo Coletivo Mídia Ninja e segue com programação até quarta, 24.

Trio se apresentou ontem, 22, na abertura do Festival

O Festival de Economia Solidária São João da Minha Terra é uma forma criativa que empreendedores econômicos solidários encontraram para escoar sua produção e aumentar o faturamento durante a covid-19. Nesta segunda, 22, primeiro dia de lives do evento, o sanfoneiro, cantor e compositor baiano, Targino Gondim, e artistas regionais como Rennan Mendes, Sapiranga e Altemar Rios e banda Se Avexe Não deram o tom à noite com muito forró e um repertório recheado de arrasta-pé.


Targino manteve de pé o forró tradicional no toque da sanfona com melodias como a histórica e autoral “Esperando na janela”, mas também buscou inspiração em outros ritmos interpretando no forró músicas de artistas como Edson Gomes e Bob Marley.


Mas, como diz o ditado “saco vazio não para em pé” e teve também gastronomia com os chefes de culinária Bela Gil, filha do mestre Gilberto Gil, e Guga Rocha, que estrela nas manhãs do programa Hoje em Dia, da Record. Bela apresentou ao público a mousse de chocolate com café e biscoito crocante de milho. Já Guga se inspirou na explosão de sabores da Tailândia com itens tipicamente baianos numa salada tropical com tainha defumada do território do Baixo Sul. Os chefes receberam produtos da economia solidária das regiões atendidas pelos Centros Públicos de Economia Solidária da Bahia (Cesols) e exibiram a riqueza e potencial gastronômico do estado.


Durante a live, os internautas puderam dançar muito forró, viajar na gastronomia baiana e também conhecer a diversidade da economia solidária deste rico estado do Nordeste. Foram ao ar vídeos que contam a história dos territórios de identidade Piemonte Norte do Itapicuru, Bacia do Jacuípe, Irecê e Sertão do São Francisco. Até dia 24, serão exibidos conteúdos das demais regiões atendidas pelos Cesols.


Programação e comercialização


O evento segue com programação até quarta, 24. Nesta terça, 23, se apresentam Adelmário Coelho, Gil Martins, Zé Costa e Orquestra Santo Antônio – a gastronomia fica por conta de Guga Rocha e Rosa Gonçalves. Já no último dia, 24, quem comanda o forró é Zelito Miranda junto com Amadeu Alves e Bilial do Forró – com os chefes Bela Gil, Guga Rocha e Rosa Gonçalves. Os programas iniciam sempre às 19h no canal do Mídia Ninja no YouTube e Facebook e têm a condução do ator e apresentador Jackson Costa.


Os internautas podem, durante as lives e depois, adquirir produtos dos seus territórios de identidade da Bahia acessando o site www.festivalecosolba.com.br ou direcionando a câmera do celular na tela do evento que o encaminha para o site onde são encontrados itens de 15 territórios de identidade atendidos pelos 13 Cesols da Bahia – fruto da política pública do governo do estado. O festival tem a chancela da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) cuja realização é fruto de edital lançado pela pasta em 2019.


Ascom

© 2023 por Economia Solidária da Bahia. Desenvolvido por PLAY comunicação